P3_edited.jpg

MINHA CASA, SUA CASA

NOSSOS OBJETIVOS

O propósito do projeto visa salvaguardar a dignidade humana das pessoas que sofrem com o deslocamento forçado, através da educação e da comunicação responsável.

MOTIVAÇÃO

Acreditamos que a promoção da leitura possa trazer conforto às crianças e jovens refugiados e migrantes, que permita que eles continuem evoluindo, aprendendo, construindo conhecimento, gerando ideias e projetando seu futuro. Além disso, acreditamos que a leitura traz como consequência a redução dos sofrimentos decorrentes do refúgio e da migração, a promoção do acolhimento, o apoio à introdução de uma nova língua e a mobilização de brasileiros a acolhê-los cada dia melhor.

O Joca é o primeiro jornal para jovens e crianças no Brasil (www.jornaljoca.com.br). Hoje presente na sala de aula de um número de escolas particulares e redes públicas no Brasil.  A plataforma oferece conteúdo jornalístico (não veicula publicidade) com contextualização dos fatos, linguagem adequada ao público-alvo e a intenção de inserir crianças e jovens na sociedade da seguinte forma: (i) que tomem conhecimento dos fatos, (ii) que compreendam o mundo em que vivam e que possam agir crítica e conscientemente sobre ele, exercendo sua cidadania. Ao trazer à tona com mais expressividade a questão do refúgio e das migrações, o jornal visa estimular o olhar e a ação empática dos leitores, para que iniciem uma jornada de formação imbuída de pensamento crítico, com observância aos direitos humanos, fundamental para o acolhimento dos refugiados e migrantes que chegam ao Brasil.

AÇÕES ESTRATÉGICAS

  • Montar caixas e estantes de livros em espaços de convivência já existentes;

  • Realizar arrecadação de livros em português e espanhol com a rede de leitores do Joca pelo Brasil;

  • Estimular aqueles que doarão/arrecadarão livros para o projeto a redigir uma dedicatória, para as crianças refugiadas e migrantes, na primeira página de cada exemplar;

  • Elaborar e executar campanha de crowdfunding pelos leitores do Joca em escolas particulares para cobrir as despesas do projeto, tais como: compra de materiais necessários para envio dos livros para Roraima e materiais para as estantes; compra de passagens, hospedagens e despesas de alimentação das pessoas envolvidas na execução do projeto;

  • Promover o envio de cartas de crianças e jovens assinantes do Joca para as crianças e jovens refugiados e migrantes em Roraima;

  • Enviar selos postais, para que as crianças e jovens em Roraima possam postar suas cartas em resposta às cartas que receberem;

  • Promover videoconferências entre crianças e jovens em Roraima com crianças e jovens leitores do Joca (em escolas) pelo Brasil;

  • Capacitar mães e/ou jovens (do ensino médio) refugiados e migrantes para cuidarem dos livros, responsabilizarem-se pela gestão dos empréstimos dos materiais e que possam promover contações de histórias e rodas de leitura junto aos espaços;

  • Disponibilizar 10 (dez) jornais Joca (tabloide), quinzenalmente, por abrigo;